Heavy metal e violino Listas

Heavy metal e violino

23 de Janeiro de 2018 | Gabriela Fernandes

É muito bom quando encontramos um diferencial em bandas de metal. Depois de tantos anos, tantos experimentos e explorações no gênero, têm sido uma tarefa cada vez mais difícil encontrar originalidade. Mas não há limites para a inovação. As bandas começaram a trazer novos elementos de outros estilos para o nosso, criando novos subgêneros e reinventando sonoridades. O uso constante do violino no metal trouxe novos ares ao nosso bom e velho metal.

Confira abaixo uma lista com 10 bandas que usam frequentemente esse instrumento. E não se preocupe se você não for um grande entusiasta do sinfônico, achando que só terão bandas dessa vibe aqui. Tem som para todos os gostos. Bora lá?!

1) Ne Obliviscaris

O NeO já foi citado algumas vezes aqui no site, como nessa ótima lista da nossa amiga Amanda Dugin, e também já rolou até resenha. Mas é quase um ultraje falar sobre violino e metal sem falar desses caras e, especialmente, de Tim Charles, violinista e vocalista da banda. Misturando progressivo, Black Metal e Death Metal ao som melancólico do violino de Tim, o Ne Obliviscaris ganhou muito espaço na cena com o seu estilo único.

2) Tristania

Tá aí uma banda que sempre me deixou sem palavras. Tristania é uma banda de Symphonic Gothic Metal, bem conhecida entre os fãs do gênero. O som dos caras é extremamente rico, principalmente nos primeiros álbuns. A banda chama a atenção por conter TRÊS vocalistas – um vocal gutural, um limpo masculino e um lírico feminino. E, mesmo não tendo um violinista fixo, a presença desse instrumento é quase obrigatória nas músicas.

3) Thank You Scientist

Uma das bandas mais doidas que eu já ouvi – e gosto bastante! Classificados como Progressive Rock e Jazz Fusion, o grupo conta com vários elementos diversificados. Além do violino, eles também possuem em seu catálogo os sons de trompete, saxofone, cítara, entre outros instrumentos não muito comuns. Mesmo se você não for muito fã de Prog, vale a pena conhecer só pela diversidade e riqueza do som.

4) Elvenking

Quase não falamos de Power Metal aqui no site (já fui chamada a atenção por isso por alguns leitores), mas nunca é tarde demais! Apesar do gênero frequentemente ter elementos sinfônicos em suas músicas – não somente violino, mas outros instrumentos que deixem tudo mais ÉPICO, além dos corais -, geralmente esses efeitos são criados no teclado ou apenas gravados em estúdio. O Elvenking tem o diferencial de ter um violinista como membro efetivo.

5) A Forest of Stars

Conheci a banda há pouco tempo, e confesso que fiquei de boca aberta. Já começa na classificação do som: você já ouviu falar em Black Metal psicodélico? Eu nunca. Mas esses caras conseguiram juntar dois opostos e fazer funcionar muito bem. Só dá uma olhada:

6) Unexpected

O Unexpected infelizmente não está mais na ativa, tendo seu fim em 2015, mas ainda vale muito a pena conferir o som dos caras. Eles eram uma banda de Avant-Garde Metal, misturando dezenas de influências e elementos em uma coisa só. Como já diz o nome, o som é realmente inesperado, no mínimo. Eles têm três álbuns de estúdio e um EP.

7) The Sins of Thy Beloved

Mais uma banda meio deprê pra acompanhar o Tristania, o The Sins of Thy Beloved é uma banda de Gothic/Doom Metal. Também não estão mais na ativa, infelizmente, deixando somente dois álbuns pro nosso deleite. O violino dessa banda é algo incrivelmente belo, contrastando muito bem com a agressividade do Doom.

8) Turisas

Turisas é bastaaaante conhecido, principalmente entre os fãs do seu gênero, o Folk Metal. Mas também é outra banda que é não dá pra não mencionar quando se trata de violino e música pesada. Olli Vänskä é o responsável pelo instrumento aqui, e o uso dele é constante, já que ele também é membro fixo da equipe desde o primeiro disco. Uma das minhas bandas favoritas de Folk, inclusive saudades!

9) Stream Of Passion

Impossível falar de violino sem falar da querida Marcela Bovio. Além de ser extremamente talentosa no instrumento, ainda possui uma bela voz. Ela era frontwoman do Stream of Passion, banda de Gothic e Progressive Metal (que mistura!). Mas, infelizmente, é outra banda que já nos deu adeus. Mas se você curtiu a habilidade com as cordas e a voz de Marcela, pode ficar tranquilo, porque ela já lançou material solo e tá bem ativa na música.

10) Native Construst

A última banda da nossa lista também é de Progressive Metal. O Native Construst é uma banda bem novinha, estreando seu primeiro álbum em 2015, Quiet World. Infelizmente eu não consegui encontrar muita informação sobre os caras, mas aparentemente, pelo clipe, o violonista não é um membro efetivo da banda. Mesmo assim, o uso desse instrumento é bem frequente nas músicas. E, ah, é uma boa pedida pra quem curte bandas como Between the Buried And Me e Haken.

Confira a nossa playlist no Spotify:

E aí, tem mais alguma banda que você colocaria na lista? Qual você gostou mais? Conta pra gente nos comentários.

Gabriela Fernandes

Gabriela Fernandes

Carioca da gema, estudante de química e ouvinte apaixonada de música pesada. É a louca do metal progressivo e adora enaltecer as bandas favoritas na rodinha dos amigos. Seguidora de George R. R. Martin e admiradora de universos fantásticos em geral. Acredita que uma boa pizza resolve tudo.

Topo ▲